Trabalhadores das bilheteiras e revisores da CP estão em greve

Os trabalhadores das bilheteiras e revisores da CP iniciaram este domingo, 6 de junho, uma greve nacional de três dias, até terça-feira. A empresa admite que possa causar "fortes perturbações" na circulação de comboios a nível nacional.

Em comunicado, a CP alerta que durante os três dias da greve convocada pelo Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI), em protesto contra a proposta de regulamento de carreiras e reclamando aumentos salariais e o cumprimento do acordo de empresa - “podem ocorrer fortes perturbações na circulação de comboios a nível nacional”.

A CP adverte ainda ser “expectável que se verifiquem perturbações” nas primeiras horas da manhã de dia 09 de junho, quarta-feira”.

Em comunicado, o Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI) aponta a greve nacional como a “última forma de luta” face à “recusa de diálogo e à inoperância, há vários meses, na resolução dos problemas dos trabalhadores por parte do Conselho de Administração da CP”.

Os trabalhadores protestam contra a proposta de regulamento de carreiras apresentada pela CP, que dizem prever “um aumento da polivalência de funções” e a “junção e extinção de categorias profissionais”, considerando que tal “vai pôr em causa postos de trabalho presentes e futuros”.

Reclamam ainda a “melhoria do salário base, que atualmente está no limiar do salário mínimo nacional”, e a “reposição das perdas salariais sofridas pelos ferroviários operacionais que foram contagiados pela pandemia provocada pela covid-19, bem como pelos que tiveram de cumprir confinamento profilático por estarem em contacto com colegas infetados”.

O SFRCI acusa também a CP de “violação do acordo de empresa em vigor” e exige a “aplicação do acordo assinado com o Ministério das Infraestruturas em 2018, relativo à certificação do agente de acompanhamento”.

A “manutenção dos níveis segurança ferroviária” é outra das reivindicações feitas, com o sindicato a considerar que estes “estão a ser colocados em causa pela CP e pelas alterações impostas pelo IMT [Instituto da Mobilidade e dos Transportes] aos regulamentos gerais de segurança, cujo objetivo é servir as empresas privadas que reduzem postos de trabalho e custos com segurança ferroviária”.

Finalmente, a greve visa condenar o “abuso do poder disciplinar” que os trabalhadores dizem vigorar na CP.

Segundo a CP, quem tiver bilhetes para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Internacional, InterRegional e Regional, poderá solicitar o reembolso do valor total do bilhete adquirido ou a sua revalidação, sem custos.


Publicidade

 

 


2021-06-06 18:53:40
Autor: Irene Ferreira

Outras Notícias


Local

Tribunal de Viseu adia leitura de acórdão de presidente da Câmara de Tondela

O Tribunal de Viseu adiou, esta sexta-feira (22 de outubro), a leitura do acórdão relativo ao caso que envolve o presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus (PSD), acusado de ter recebido pagamentos indevidos por deslocações em viaturas próprias.
A leitura do acórdão "foi adiada por motivos de saúde da juiz presidente do coletivo", disse uma fonte do tribunal.
Nos próximos dias, "será designada nova data" para essa diligência, acrescentou.

 

Política

Mangualde: JS com eleições a 30 de outubro. Renato Albuquerque avança com recandidatura (com áudio)

A Juventude Socialista (JS) de Mangualde vai a eleições no final deste mês de outubro. Recandidata-se ao cargo Renato Albuquerque que se apresenta como candidato único. Para os próximos dois anos a aposta é na formação política e no reforço da militância. À Dão Digital, Renato Albuquerque justifica a recandidatura.
As eleições estão marcadas para dia 30 de outubro.

Local

Covid-19: três turmas da Escola Ana de Castro Osório, em Mangualde, em isolamento (com áudio)

Três turmas da Escola Ana de Castro Osório, em Mangualde, e dois professores estão em isolamento profilático, depois de três alunos e uma professora terem testado positivo ao novo coronavírus.
O diretor do Agrupamento de Escolas de Mangualde, Agnelo Figueiredo, faz o ponto de situação.
Os três alunos e a professora infetados regressam à escola no início de novembro. O diretor do agrupamento apela calma à comunidade escolar.
Também nas Piscinas Municipais estão quatro turmas de crianças e uma de adultos em isolamento, depois de na quarta-feira (20 de outubro) um professor de natação ter testado positivo.
Na quinta-feira, a Câmara Municipal de Mangualde deu conta de 21 novos casos de Covid-19, no concelho, relativamente às últimas 24 horas. Esta sexta-feira surgiram mais seis infetados.
Nesta altura, no concelho, há 29 casos ativos.

Local

Mangualde: feira promove a adoção animal, este sábado (com áudio)

Este sábado (23 de outubro) decorre em Mangualde a ”Feira de adoção” de animais de companhia. São cães provenientes do CROI (Centro de recolha oficial intermunicipal de animais de companhia, localizado no concelho de Sátão.
Um serviço intermunicipal que abrange os concelhos de Mangualde, Sátão, Penalva do Castelo e Aguiar da Beira.
O objetivo passa por sensibilizar a população para a adoção, como explica Rui Costa, vereador na autarquia de Mangualde.
Rui Costa considera que é necessária uma maior aposta na sensibilização para a adoção de animais.
A iniciativa tem lugar em frente ao edifício da Câmara Municipal entre as 14h30 e as 17h30. Segundo a autarquia, o animal adotado é entregue gratuitamente esterilizado, vacinado e identificado com microship.

Local

Mangualde: Universidade Sénior reabre esta sexta-feira

Arranca esta tarde de sexta-feira (22 de outubro) mais um ano letivo na Universidade Sénior do Rotary Clube de Mangualde. Ao longo dos próximos meses dezenas de alunos sénior vão frequentar cerca de 15 disciplinas.
Para o presidente do Rotary Clube de Mangualde, Luis Fraga, a Universidade Sénior é uma mais valia.
Segundo o diretor da Universidade Sénior, João Carlos Alves, o arranque fica marcado com uma cerimónia de homenagem.

Cultura

Sátão: 'Amália: uma história de vida' para ver, no domingo, no Cineteatro Municipal

O Cineteatro Municipal de Sátão recebe o concerto "Amália: uma história de vida", no domingo, dia 24 de outubro, às 17h00. A Vox Angelis apresenta um espetáculo multimédia com a história de vida e com os principais Fados que imortalizaram a voz de Amália. De natureza histórico-musical, o evento faz parte das comemorações dos 100 Anos do Nascimento de Amália Rodrigues e é realizado no âmbito da candidatura "Culturas do Dão", realizada pelo Pelouro da Cultura do Município de Sátão.
Os bilhetes (gratuitos e limitados) de acesso estão disponíveis na
bilheteira do Cineteatro Municipal.