Viseu: autarca diz que o Estado está a transferir os problemas da área Social para as Câmaras

Com o aproximar da data para a transferência de competências da área da Ação Social para a Câmara Municipal de Viseu, o presidente da autarquia, Fernando Ruas, referiu durante a reunião de Câmara que “já começam a aparecer as dificuldades e os constrangimentos deste processo”.
Desta forma, o autarca referiu que não deixará de apontar, “sempre que for necessário”, aos responsáveis por esta imposição, os problemas que estão a transferir para o Município de Viseu. “Não deixaremos que nos imputem quaisquer responsabilidades que não são nossas, até porque é-nos dito, por quem hoje executa essa tarefa para o Estado Central, que as verbas transferidas são insuficientes para as despesas. Por isso, volto a reiterar que não aceitámos esta competência. Ela vai é ser-nos imposta por decisão superior do Estado Central.”
O presidente da Câmara sustentou que o valor que vai ser transferido impossibilita que as tarefas na Ação Social sejam desenvolvidas, mesmo com a última atualização financeira que foi realizada. “As verbas continuam a ser insuficientes, por isso não nos podem pedir para arcar com esse custo adicional de equilíbrio de contas. De uma responsabilidade, que, como disse, nunca quisemos assumir”, acrescentou.
Ao elencar exemplos de “equipas que não têm valores atualizados de vencimentos há mais de uma década”, “carros de serviço que estão para lá da sua idade de substituição”, “locais e equipamentos onde se desenvolvem as tarefas obsoletos, com grandes necessidades de obras e reparações”, Fernando Ruas revela que os valores financeiros propostos não estão a acompanhar nem a inflação, nem o aumento do custo de vida atual.
Segundo o presidente de Viseu, estão a ser reportados défices de financiamento, sem contar com custos de instalações e restantes custos de contexto, na ordem dos 15% a menos e o número de processos de referência para cada técnico “é manifestamente gigantesco”.

Publicado por: Irene Ferreira
2023-03-17 09:50:44

 

 


Publicidade

Outras Notícias


Saúde e Bem-Estar

Viseu: sindicatos da saúde concentram-se no hospital em defesa da urgência pediátrica (com áudio)

Delegados e dirigentes dos sindicatos que integram a União dos Sindicatos de Viseu, nomeadamente os que representam trabalhadores do setor da saúde, vão concentrar-se na entrada principal do Hospital de Viseu. Na iniciativa, agendada para esta quarta-feira às 10h30, participa também o Movimento de Utentes dos Serviços Públicos de Saúde do distrito de Viseu.
Francisco Almeida, presidente da  União dos Sindicatos de Viseu, diz que o encerramento noturno da urgência pediátrica, no Hospital de Viseu, é uma situação inaceitável.  
O sindicalista considera que o problema da falta de médicos e outros profissionais se deve à falta de condições por parte da entidade patronal, neste caso, o Ministério da Saúde.

Local/Regional

Museu Almeida Moreira, em Viseu, acolhe conversa com Sérgio Valente, 'O Fotógrafo da Revolução'

O Museu Almeida Moreira, em Viseu, recebe esta quarta-feira, 29 de maio, pelas 18h00, a tertúlia “À conversa com Sérgio Valente - O Fotógrafo da Revolução”. A Câmara Municipal de Viseu organiza o evento, através do Museu Municipal, que vai contar com a presença de Sérgio Valente, reconhecido pelas fotografias emblemáticas da Revolução dos Cravos.
Segundo a autarquia viseense, a sessão será moderada por Manuela Cruzeiro, investigadora do Centro de Documentação 25 de Abril.
Durante o evento, os participantes "terão a oportunidade de observar e discutir algumas das fotografias icónicas de Sérgio Valente, que se encontram em exposição no Museu. Além disso, o fotógrafo partilhará histórias verídicas e experiências vividas durante a Revolução, oferecendo um olhar único sobre este período marcante da história de Portugal", refere a Câmara Municipal.
A entrada é livre.

Local/Regional

Mangualde: apanha do mirtilo começa esta semana. Expectativas são altas para a campanha (com áudio)

Época da apanha dos mirtilos arranca esta semana em Mangualde. A produção é recebida pela Coape, a Cooperativa Agro-pecuária dos Agricultores de Mangualde, a pensar na exportação.
Segundo Rui Costa, o presidente da cooperativa, as expectativas para a campanha deste ano são boas. O responsável fala numa previsão que ronda as mais de 500 toneladas de fruta.
A campanha, na região, envolve dezenas de produtores que esperam escoar as centenas de toneladas de fruta através da Coape, principalmente para o mercado inglês.
A campanha, que decorre até finais de agosto, conta com o trabalho de centenas de pessoas, apesar de algumas dificuldades de recrutamento. Rui Costa destaca a mão de obra estrangeira, fundamental para a campanha.

Local/Regional

Viseu recebe debate sobre a emergência de um novo modelo de cuidados

Na manhã desta quarta-feira (29 de maio), o Auditório da Quinta da Cruz, em Viseu, acolhe a Conferência Internacional “Cuidar Sem Amarras: A Urgência de um Novo Modelo de Cuidados”.
Uma iniciativa, organizada pelas Obras Sociais de Viseu, que pretende refletir e desenhar novos rumos no cuidado em Portugal.
De acordo com a organização, a conferência conta com a participação de três especialistas: Ana Urrutia, Médica Geriatra e presidente da Fundación Cuidados Dignos, com o tema “Libera-Care, Modelo de Atención Centrado en la Persona Sin Sujeciones: Del éxito en España a Portugal.”
O médico André Rodrigues, representante da Associação dos Médicos das Pessoas Idosas institucionalizadas, fala sobre "Contenção Física em Idosos - Qual a realidade das ERPI em Portugal?".
Joana Aroso, Advogada, vai intervir sobre “A contenção de idosos à luz da Dignidade da Pessoa: algumas reflexões”.
Segundo José Carreira, presidente das Obras Sociais de Viseu, “Portugal tem que despertar para a urgência de um novo modelo de cuidados, de modo a garantir a dignidade e o respeito pelos direitos humanos de todas as pessoas cuidadas, nos mais diversos contextos, familiares ou institucionais. Não se trata de apontar o dedo, mas, isso sim, de sensibilizar, capacitar, formar, dar ferramentas e revolucionar os cuidados prestados às pessoas idosas”. “Tenho muita esperança de que esta conferência seja o primeiro passo para que possamos mudar de paradigma e de modelo. O Modelo vigente está esgotado”, refere.

Local/Regional

Forum Viseu assinala o Dia Mundial da Criança e do Ambiente, a partir de sábado

O Dia Mundial da Criança, assinalado no sábado (01 de junho) e o Dia Mundial do Ambiente, no dia 05 de junho, são o mote para o centro comercial Forum Viseu promover uma semana dedicada à promoção da sustentabilidade e da preservação do património natural da zona de Viseu junto dos mais novos. Arborismo, reciclagem, workshops de jardinagem, culinária, desenho e sensibilização para espécies de fauna e flora da zona de Viseu são as atividades em destaque. 
Intitulado “Green Fest”, o evento decorre de 01 a 10 de junho e promete, segundo o espaço comercial, um conjunto de atividades gratuitas que aliam uma abordagem pedagógica com diversão, privilegiando atividades ao ar livre, sempre com o objetivo de consciencializar as criançForums para a importância do respeito pelo ambiente e da adoção de hábitos saudáveis.
O Tree Tops Challenge é uma das atividades que compõem o programa do Green Fest. Neste espaço, a funcionar das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00, as crianças dos 5 aos 12 anos serão desafiadas a reciclarem um conjunto de embalagens nos contentores corretos e poderão, posteriormente, experimentar a prática de arborismo. A estrutura, que será instalada no exterior do Piso 1, exibe um cenário composto por diversas espécies autóctones das Matas de Viseu, dando a oportunidade de os participantes conhecerem factos sobre as mesmas.
Também na parte exterior do Piso 1, será instalado o espaço Oficina Verde, onde decorrerão vários workshops.  A par destas atividades, o Forum Viseu irá também lançar um desafio a dez escolas da região, que terá como mote uma ave icónica e bastante reconhecida pelos viseenses: o guarda-rios. O resultado desse desafio será materializado numa exposição que estará patente no centro comercial. Alinhada com esse mote, o Forum Viseu acolherá uma escultura de um artista plástico, cujos pormenores serão dados a conhecer em breve.

Desporto

Kartcross: duas rondas, duas vitórias para Alexandre Borges da NelaSport

O piloto de Nelas, Alexandre Borges, venceu a segunda prova do Campeonato de Portugal de Kartcross em Montalegre, no fim-de-semana (26 de maio), tal como aconteceu na primeira ronda da competição.
De acordo com a equipa de Nelas, Alexandre Borges “teve que suar bastante e puxar dos galões na passagem pela Joker Lap, para conseguir levar novamente de vencida toda a concorrência, a qual não lhe deu tréguas até ao cair da bandeira do xadrez, no rápido e exigente Circuito de Montalegre”.
“Foi uma vitória importante nesta nossa caminhada, mas acima de tudo, foi um fim de semana bastante exigente, tanto a nível físico, como psicológico. Estamos todos a rodar muito rápido, com diferenças irrisórias, na casa dos milésimos de segundo. O campeonato está num nível competitivo, que o mínimo detalhe pode fazer a diferença, entre um lugar no pódio, ou fora dele. Felizmente, consegui ser consistente ao longo do fim de semana e acima de tudo, das oito voltas da Final, brindando a minha equipa e patrocinadores, com mais um pódio”, refere Alexandre Borges.
Com a vitória do último fim-de-semana, o piloto da NelaSport, reforça a liderança no Campeonato de Portugal de Kartcross e na Divisão 2.
A próxima ronda está agendada para o fim de semana de 15 e 16 de junho, na pista do Alto do Rosário em Sever do Vouga.